14 janeiro 2018

FIM

Ando há dias para escrever este post...fui adiando....como fui adiando a minha decisão.
Ainda não comuniquei ao hospital, vou fazê-lo no dia da consulta : não irei fazer a TEC.
A minha opção é a doação, mas como essa decisão não passa só por mim, ainda não sei qual será o caminho.
A mim não me agrada " destruir" embriões ( arrepio-me só de pensar...).
Não é uma decisão tomada de ânimo leve, mas também não é uma decisão tomada de "cabeça no ar".
Sei que neste momento estão a pensar: desistir agora?
Não se trata simplesmente de desistir, trata-se do resultado da ponderação de muitos fatores de índole pessoal.
Dou por terminada a minha luta contra a infertilidade. 
Foram anos de muita luta e muito sofrimento. 
Foram anos a viver em função de cada tratamento, de cada vitória e de cada derrota.
Ninguém merece passar por tamanha luta e sofrimento para ser mãe.
Apesar de tudo, a infertilidade não me trouxe só coisas más. Conheci pessoas maravilhosas, algumas só virtualmente, que me ajudaram a ultrapassar cada momento .
Sem dúvida que o que não nos mata torna-nos mais fortes.
Passei pela fase de me sentir um " lixo" e " menos mulher"por não conseguir ser mãe.
Agora vejo que estava errada. Não sou inferior por não conseguir ser mãe. Não deixo de ser mulher por isso.
Na verdade, eu, e todas vós que caminhamos nesta " calçada de fogo" somos umas verdadeiras ninjas.
Se há uns anos me dissessem que eu ia passar e sobreviver a tudo isto, dizia que era mentira.
Aguentei a violência psicológica dos tratamentos, a frustração dos negativos e a derrota de 3 abortos.
E sobrevivi!!! 
Necessitei de acompanhamento psicológico e hoje digo que foi a melhor decisão que tomei. Foi sem dúvida o que me ajudou a encontrar o meu caminho e não me deixar afundar.
Este cantinho fica ativo. Espero que ajude a esclarecer algumas dúvidas a quem estiver nesta luta.
O mail continua ativo, caso me queiram colocar alguma questão.
A todas que continuam nesta luta , desejo a maior sorte do mundo!!!!
Espero que consigam realizar o vosso sonho.
Dream e My Little Faire Little: um beijinho especial para vocês e muito obrigada por todo o apoio ao logo deste percurso. Continuarei a seguir os vossos cantinhos e a torcer por vocês!

FIM

12 dezembro 2017

Vale a pena Ver

A minha querida Dream partilhou isto no blog dela.

Vale a pena ver!

O blog da Dream é este: sermaecomendometriose
Uma lutadora " contra"  a infertilidade.

UPDATE#3

Tenho andado desaparecida.
Basicamente não há nada de (muito) novo.
Em Novembro fui á consulta com a Drª M.
Cada vez mais digo que apoio psicológico faz falta.
Com a ajuda da Drª M consegui "ver" e perceber muitas coisas que até então não tinham qualquer sentido para mim.
Umas positivas, outras negativas, mas todas foram necessárias.
Não tenho dúvidas que tive sorte com a Drª M., que é sem dúvida uma excelente profissional.
A quem está neste ( doloroso) percurso da infertilidade , permitam-me o conselho: procurem apoio psicológico. Não temos que passar por tudo isto "sozinhas". Não nos tornarmos mais fracas por procurar ajuda.
Em Janeiro vais ser um mês em cheio: Psicologia, Psiquiatria e a consulta da decisão do Sim ou Não.
Se sei o que vou fazer? Não. Na consulta disse á Drª M o que realmente sinto: Não fazer mais nada. Já estou "cheia" de sofrer.
Ela só me " mandou" uma pergunta para casa: " Consegue viver com isso?"

Também não sei....

22 novembro 2017

Para a Vida Toda...

No Domingo fui pela primeira vez ver um jogo de Voleibol da minha sobrinha/afilhada.
A rapariga que ainda "ontem" nasceu já joga nos iniciados do Braga!O tempo voa...
Foi um jogo bastante renhido, mas ganharam por 3-2.
No final do jogo, veio direta a mim e deu-me um ( grande) abraço.
Naquele momento, em que lhe dei os parabéns pela vitória e recebi aquele abraço , percebi que é mesmo para a vida toda.
É um Amor para a vida toda, o que eu tenho por ela.
É um vazio para a vida toda, o que eu sinto, por nunca poder viver estes momentos com os meus filhos....Os meus olhos ficaram...Ali,percebi que o vazio causado pela infertilidade será mesmo para a vida toda!

19 novembro 2017

TEC - Sim ou Não?

Muitas vezes me perguntam porque não avanço com a TEC.
Neste momento não me sinto preparada para o fazer. Na verdade, não sei se algum dia estarei.
Nos últimos anos parei. Parei de viver, parei de me sentir mulher, parei de me sentir feliz.
Tudo era feito e pensado em função dos tratamentos e de todos os "ses" que dai advinham.
Resultado de tudo isto? Colapsei! Física e espiritualmente entrei num desgaste, do qual, nem eu me tinha apercebido.
Continuo a desejar um filho. O facto de não ter, continua a "cortar-me" por dentro todos os dias.
Todas as datas estão bem presentes na minha cabeça: A primeira FIV, o primeiro positivo, o primeiro Aborto, o segundo, o terceiro....Já passaram anos e parece-me tudo tão recente...
As probabilidades de a minha TEC resultar são as mesmas do que me sair o Euromilhões...
A consulta de Infertilidade é em Janeiro. O que farei? Não sei. Sei que, se fosse amanhã não avançaria com a TEC.
Em 2018 verei se tenho coragem para avançar...

" Um dia é preciso parar de sonhar e, de algum modo, partir."- Amyr Klink

12 novembro 2017

Dor " Natalícia "

Hoje fui ao shopping e percebi que já está "vestido" a rigor para o Natal.
Natal....quem me segue já percebeu que eu adoro a quadra que, nos últimos anos tem sido assombrada pelo "monstro" infertilidade.
Há 4 anos estava a iniciar a primeira FIV.
Na altura ignorava que era o início de muito sofrimento em busca de um sonho que se revelou impossivel de concretizar.
Na minha( feliz) ignorância, achava que tudo ia correr bem e que no Natal seguinte teria um filho nos braços.
Efetivamente, não o sabia ainda, mas no Natal de 2013 eu estava grávida. E foi o mais perto que tive de passar um Natal com um filho...
Hoje dei por mim a pensar: " Lá serás tu o Alf novamente. Aliás serás sempre o Alf. Serás sempre a que não tem filhos a desembrulhar prendas."
E dei por mim com as lágrimas a caírem (no meio do shopping).
O tempo passa. Há dias melhores e dias piores. Mas, este vazio nunca me larga.
Queria tanto ter uma receita milagrosa para "arrancar" esta dor de mim.






09 outubro 2017

UPDATE#2

Tenho andado desaparecida....Basicamente não há novidades.
Já passei por um batizado de família, um reencontro com a turma da universidade e aguarda-me outro batizado no Domingo. 
Não vou mentir, nestas alturas sinto-me a andar de montanha russa com tantos sentimentos á mistura: o coração cheio por estar com pessoas de quem gosto e o coração triste pela infertilidade que me assombra. Sinto-me um verdadeiro ALF caído do espaço.
Esta noite foi horrível. Dormi mal e no pouco tempo que dormi sonhei que tinha um filho.
Quando acordei e cai em mim, não consegui conter as lágrimas.
Os últimos dias têm sido dolorosos. Não sei explicar o porquê, não há nenhum motivo especial. Tenho pensado em filhos diariamente. Os carrinhos de bebé e as grávidas multiplicaram-se á minha volta.
Por muito que me custe, acho que estes sentimentos/pensamentos vão fazer sempre parte da minha vida.
Amanhã é dia de consulta com a Drª M.....